Resumo semanal

O que rolou nessa semana: 01/03/2015 a 07/03/2015

Dê o play e aproveite a leitura ;P

Olá jovem Padawan, tudo bem com você? Hoje é domingo, primeiro dia da semana que vem. Faz sentido isso? hehehe. Trago-lhe aqui um apanhado de algumas das coisas mais interessantes que vi, li ou ouvi na internet essa semana e que, espero eu, também lhe agrade e lhe sirva de algo, nem que seja para falar blasfêmias, me xingar e fazer vudu contra minha pessoa (se bem que acho que será meio difícil você encontrar algum bonequinho tão cabeçudo quanto eu; e não vale ser Mini Craque).

Vamos lá então?


mamonas-assassinas (5)Há 19 anos, os Mamonas Assassinas nos deixaram. Junto com eles, morreu um pouco de nossa irreverência. Morreu um pouco da música brasileira. Morreu um pouco da nossa criança interior. Vindos de Guarulhos e todos oriundos de famílias simples e pais trabalhadores, alcançaram o sucesso em 1995 com um álbum homônimo produzido pelo produtor musical “Creuzebeck. As músicas do álbum, iam do pagode ao metal, do brega ao vira e arrebatavam as crianças com letras estapafúrdias e inocentes. Domingo passado, um dia antes do 19º “aniversário” (aniversário deveria ser apenas para coisas boas) de morte da banda, o programa Domingo Espetacular, da Rede Record, apresentou uma matéria que conta um pouco da história da banda, faz uma expedição ao local do acidente e mostra o esboço de uma música nunca lançada pelos Mamonas. Assista aqui e relembre um pouco dessa banda que durou pouco e pra sempre, entendeu?


circulo-de-comida-300x238Vamos falar um pouco de nutrição? Quando comecei a árdua tarefa de eliminar o peso equivalente ao de um anão do meu corpo, passei a me interessar bastante pelo tema. Também comecei a correr e encontrei no Youtube o incrível Corrida no Ar, canal do excelente e carismático jornalista Sergio Rocha, que me fornecia dicas e muita informação sobre o mundo das corridas. Nos dias de quarta o Corrida no Ar sempre faz um Hangout ao vivo e foi neles que conheci Danilo Balu. Balu é bacharel em Esporte pela Universidade de São Paulo (USP) e escreve no próprio blog, o Recorrido, e no site do Corrida no Ar. Algumas semanas atrás, Balu escreveu um post que gerou indignação nos nutricionistas e nas entidades de classe que defendem os direitos desses profissionais. Alguns disserem que iriam processá-lo. O título do post é “Dica de corrida do dia: jamais vá a um nutricionista“. Pois bem, após toda repercussão do post, Balu decidiu escrever 10 posts (que na verdade viraram 11) explicando e defendendo a publicação que gerou todo o alvoroço. Os 11 posts intitulados “Sobre nutrição e falácias” terminaram nessa semana. São posts riquícimos em conteúdo, com diversas referências científicas e são obrigatórios pra quem quer saber mais e discutir sobre nutrição. Deixo aqui então os links para os 12 posts, sendo o primeiro o post que gerou a discussão e os 11 que se seguiram. Vale cada segundo gasto lendo-os!

Links: [1] [2] [3] [4] [5] [6] [7] [8] [9] [10] [11] [12]


TED-talks-on-networks1Nessa semana vimos publicado um TED Talk de uma brasileira e é vital para nossa sociedade, penso eu, parar e escultar o que ela tem a dizerIlona Szabó de Carvalho largou, há 12 anos, um emprego em um banco de investimento e passou a se dedicar ao trabalho das “sociedades civis organizadas”, as ONGs. Ela é fundadora e diretora do Instituto Igarapé e especialista no combate à violência e às drogas no Brasil e no mundo. No TED Talk de Ilona, ela nos apresenta dados alarmantes sobre a violência no Brasil. Ela diz, por exemplo, que 1 a cada 10 pessoas assassinadas no mundo é brasileira, o que equivale a, aproximadamente, 56 mil assassinatos por ano, em sua maioria jovens negros. Além disso, 50% dos homicídios estão relacionados ao consumo e tráfico de drogas, enquanto que dentro de nossos presídios essa porcentagem é de 25%. Não apenas o Brasil sofre com esse problema, mas sim a América Latina como um todo. Apesar de corresponder a apenas 9% da população mundial, o número de mortes por violência (assassinatos) na América Latina representa 25% do total global. Ela cita alguns programas e iniciativas dos quais fez parte, como a coleta e destruição de armas de fogo no Brasil, defende a legalização, controle e regulamentação do mercado de entorpecentes e ensina quatro lições para um debate mais eficaz sobre a redução da violência e o controle de armamentos. Veja agora!


ilusao_optica_alaranjada_cor_de_rosa_de_oddisphere_autocolante-r578bb7fd6c3c412db546c32a507b1b06_v9waf_8byvr_512

Você sabia que o Hulk é PRETO e não VERDE? Calma jovem Jedi, você não está louco e nem viveu em um mundo de ilusão a sua vida inteira. Nesse vídeoAtila Iamarino, o biólogo, pesquisador e, nessa semana, deficiente visual (sempre foi azul e preto…) fala do porquê o tal vestido ter dado o que falar na internet na semana anterior, das distorções ópticas e das peças que nossos olhos pregam em nosso cérebro. Só pra constar, assim como o Hulk, o Mestre Yoda também seria preto SE qualquer um deles fosse colocado sob uma luz vermelha. Não tenho muito o que comentar aqui, apenas assistam ao vídeo que, como sempre, é excelente e saibam que indicarei vídeos do Nerdologia quase toda semana aqui, porque é sempre muito foda (sem jabá)!


BRA_orthographic.svgO que será da economia do Brasil? Nem mesmo a Dilma sabe, infelizmente para nós. Nessa semana, a conceituada publicação inglesa The Economist colocou em seu site uma análise do quadro econômico do Brasil. Meu deus, é assustador! A publicação foi motivada pelo aumento da taxa Selic promovido essa semana pelo Copom, que elevou os juros de 12,25% para 12,75%. Sabemos que nós, seres comuns, não acompanhamos todos os indicadores e políticas econômicas e desenvolvimentistas do Governo, mas a publicação da The Economist toca em alguns pontos interessantes que se você perguntar para qualquer pessoa ela saberá do que se trata e do absurdo que é. Quer um exemplo? A The Economist cita como um dos erros do Governo a entrega ao setor privado, a taxas de retorno ridículas, os projetos de infraestrutura a serem realizados no país. Pergunte a um caminhoneiro se ele acha certo o Governo pagar pela obra em uma rodovia e depois entregá-la de mão beijada a uma empresa que cobrará pedágio sem ter colocado um centavo na obra. Pergunte a uma dona de casa se ela acha certo o Governo gastar mais de R$1 bilhão em um estádio e entregá-lo a uma empresa, por 30 anos, que irá lucrar com sua exploração sem ter se quer ajudado a plantar um metro quadrado de grama. Pergunte a seu vizinho se o salário dele tem tido aumento real recentemente ou se a inflação, acima do mínimo da meta e do retorno da poupança, está comendo o dinheiro dele. O que podemos fazer para mudar isso? Segundo a The Economist, confiar que as novas medidas econômicas ortodoxas (medida ortodoxa não era coisa de tucano?) adotadas pelo Governo funcionem e… esperar, pois deve demorar.


Fico por aqui. Boa semana e que a força esteja com você!

wallpaper-smile-joker

Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s